Expo Empresas Intermunicipal foi um êxito

expoempresas mortagua mai017

No âmbito do programa “Empreendedorismo nas Escolas da Região de Coimbra” decorreu sábado, 27 de maio, a primeira Edição da Expo Empresas Intermunicipal, enquadrada na Expo Mortágua 2017. 

Esta iniciativa, promovida pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC) enquadra-se no projeto “Promoção do Espírito Empresarial da Região de Coimbra”, sendo cofinanciado pelo Programa Operacional Regional Centro 2020 e pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

A iniciativa, com o apoio do Município de Mortágua, contou com a participação de mais de 400 alunos de turmas de 3.º ciclo, em representação dos 19 municípios da Região de Coimbra.

Foram apresentadas, em contexto real, as “empresas criadas” ao longo do ano letivo e o público teve possibilidade de interagir e mesmo adquirir os produtos/bens ou serviços desenvolvidos pelos jovens empreendedores/as.

Após a reunião do júri, constituído por Cristina Tadeu, da CCDRC, João Figueiredo, da ADICES, Francisco Banha, da Gesentrepreneur, Luís Rocha, do CEARTE, e Sandra Soares, da EHTC, foi anunciado, ao fim da tarde, o resultado do concurso de empresas.

Assim, a Eco-Côdea, do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital, 9.º O – Curso CEF Restaurante/ Bar, garantiu o 3.º lugar. Consiste no fabrico de pão em que o ingrediente água é substituído pelo sorelho, soro que resulta do fabrico do requeijão. O sorelho é no Município de Oliveira do Hospital, um desperdício lançado nos esgotos.

O CheiràBairrada, do 8ºC2, Escola Básica Nº2 da Mealhada, arrecadou o 2.º lugar. Promover as 4 maravilhas do Concelho da Mealhada – Água, Pão, Vinho e Leitão -, é o objetivo, reunindo-as num cabaz: Happy Meal Bairrada, com uma peça de fruta da região, a laranja, apresentando-se na versão adulto, jovem e de criança.

O grande vencedor foi o projeto CDX’ART, do 9ºC, da Escola EB e Secundária Fernando Namora do Agrupamento de Escolas de Condeixa, que aposta na venda de peças de roupa únicas e alusivas à cerâmica tradicional, recriando o conceito da pintura de Conímbriga do século XVII. São disponibilizados vários produtos, estando a qualidade, inovação e criatividade bem presentes em cada uma das peças.

Todos os projetos foram (muito) elogiados pelo júri e público, pelo que a iniciativa da maior Comunidade Intermunicipal do nosso país foi um êxito e promete novas edições.

Alunos, professores, famílias e organização estão de parabéns. Uma referência em especial aos alunos: são todos vencedores!