Bibliotecas municipais da Região de Coimbra reuniram em Arganil

presidente-da-camara-de-arga-nil-na-sessao-de-abertura

Partilhar experiências do trabalho realizado nas Bibliotecas Municipais, com vista ao desenvolvimento de um trabalho em rede, foi um dos objetivos do Encontro de Bibliotecas Municipais da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, que decorreu, a 23 de setembro de 2016, na Biblioteca Municipal de Arganil.

A iniciativa organizada pela Câmara de Arganil, através da Biblioteca Municipal, contou com a colaboração da CIM Região de Coimbra, Direção-geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas (DGLAB), Rede de Bibliotecas Escolares, Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalista e ainda do Agrupamento de Escolas de Arganil, e permitiu perspetivar o futuro, no sentido de melhorar os serviços que as bibliotecas prestam aos munícipes e enquadrá-los em objetivos concretos de desenvolvimento da literacia e da aprendizagem ao longo da vida.

A sessão de abertura contou com a presença do presidente da Câmara de Arganil, Ricardo Pereira Alves, bem como de Jorge Brito, secretário da CIM Região de Coimbra, Luís Santos, subdiretor da DGLAB, Elsa Conde, do Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares, Paula Silva, da Associação Portuguesa de Bibliotecários, Anabela Soares, diretora do Agrupamento de Escolas de Arganil, e Assumpta Coimbra, diretora do Centro de Formação e Associação de Escolas Coimbra Interior.

Segundo Ricardo Alves, vice-presidente da CIM Região de Coimbra e presidente da Câmara Municipal de Arganil, esta edição do “Partilhar para Crescer” consolida um caminho de trabalho em rede e de parceria das diferentes bibliotecas dos municípios da CIM de Coimbra”, uma comunidade intermunicipal com 19 municípios e 460 mil habitantes, o que constitui “a maior comunidade intermunicipal do país”.

Para o autarca é necessário “reforçar a identidade, a coesão territorial”, o que, defende, poderá ser feito através da cultura, que “é um bom caminho para concretizar esse desiderato”.

 

Congratulando-se com “o trabalho em parceria que está a ser desenvolvido”, Ricardo Alves recordou o grupo de trabalho criado recentemente pela CIM Região de Coimbra e que desenvolverá a sua ação quer no apoio às bibliotecas, quer na criação da rede que está neste momento em estudo.

 

Jorge Brito, Secretário Executivo da CIM Região de Coimbra, considerou a criação de uma rede de bibliotecas intermunicipal “um bom exemplo de um dos muitos projetos que queremos apoiar, num esforço contínuo de partilha e criação de redes para valorizar o território”.

 

Luís Santos, da DGLAB, defendeu que os municípios “em conjunto, criando escala, podem atingir um público-alvo muito superior, com muito menos custos”, desafiando Ricardo Alves para que a biblioteca itinerante seja realidade, em 2017, em Arganil.

jorge-brito-no-uso-da-palavra