CIM RC e Startup Stratio assinam protocolo de colaboração

PROTOCOLO CIM RC E STRATIO - Cópia
na foto Rui Sales, Stratio, João Ataíde, Presidente da CIM RC e Ricardo Margalho, Stratio

 

Exemplo de boa prática na ligação entre os Municípios e as startup da Região, o protocolo de colaboração assinado, esta quinta-feira, entre a CIM Região de Coimbra e a Stratio, startup tecnológica, colocará ao serviço das frotas dos 19 Municípios desta Comunidade Intermunicipal o Sistema JAM, de monitorização e otimização dos componentes mecânicos de veículos.

O Sistema JAM encontra-se em fase de implementação, pelo que a empresa considera importante o aumento do número de ensaios. A oportunidade concedida pela CIM Região de Coimbra é, assim, extremamente interessante, uma vez que permite o acesso dos investigadores a uma variedade de clientes com dificuldades e necessidades diferentes, e tipos de operação diversos. Neste momento, o processo de desenvolvimento do Sistema JAM está em curso em vários pontos do nosso País e da Europa.

O software de monitorização da componente mecânica encontra-se em fase de teste , permitindo antecipar a intervenção dos técnicos nas viaturas e reduzindo quer o custo das intervenções, quer o período de imobilização.

A solução foi proposta pela CIM Região de Coimbra aos 19 Municípios desta Comunidade Intermunicipal e em breve entrará, também, em teste na frota ao serviço da Câmara Municipal da Figueira da Foz.

Com experiência específica em mecânica automóvel, créditos firmados junto da comunidade tecnológica e clientes em mais de 60 países, a Stratio é uma empresa de desenvolvimento de hardware e software, incubada no Instituto Pedro Nunes, do qual recebe suporte para a atividade, mantendo, também, relações de parceria em investigação e desenvolvimento com a Universidade de Coimbra e a Universidade do Porto.

Com o protocolo assinado por João Ataíde, Presidente da CIM, e Ricardo Margalho, CEO da Stratio, a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra cumpre o desígnio de colaborar com empresas e empresários da região, assumindo-se como como agente catalisador das estratégias de empreendedorismo de base local e plataforma de apoio à criação de valor para os agentes territoriais.