A Empreende. Feira de Empreendedorismo e Inovação aproxima territórios

04ARG EMPREE2006105

  • 40 organizações em exposição (empresas e instituições)
  • Oportunidades de networking, informação e apoio
  • 6 iniciativas paralelas complementaram a exposição multissetorial
  • Presença de Personalidades diretamente ligadas aos centros de decisão na Esfera do Empreendedorismo, modalidades de financiamento e Estratégia Portugal 2020
  • Participação das Delegações Regionais do Centro com impacto no apoio e/ou no financiamento da iniciativa privada (IEFP, IPDJ, UC, IPC, CEC e Turismo do Centro)
  • Oportunidades de Franchising (Presença de Empresas Franchisadoras e participação da APF – Associação Portuguesa de Franchising)

 

A Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, dinamizou, conforme anunciado, a Empreende. Feira de Empreendedorismo e Inovação, acolhendo nos dias 19 e 20 de Junho, na Cerâmica Arganilense, Empresas, Instituições e Personalidades do contexto local, regional e nacional proporcionando oportunidades de divulgação, negócio, informação atualizada e networking aos diversos intervenientes.

A Empreende. incluiu seis Painéis, quatro dos quais beneficiaram das intervenções de Personalidades provenientes dos Centros de Decisão nacionais e regionais.

No Painel das Intervenções de Mérito, de realçar a presença de Rosa Simões, Presidente da Agência para o Desenvolvimento e Coesão.

Asseguraram o 2º Painel: Ana Sampaio, Vogal da Comissão Diretiva do PO ISE; Conceição Carvalho do PO Centro; António de Almeida Presidente da Fundação EDP e Fernanda Dias Diretora do Centro de Emprego e Formação do Pinhal Interior Norte, com intervenções em torno da temática “Tecnologias, Inovação e Empreendedorismo”. Moderação de Luís Paulo Costa, Vice-Presidente do Município de Arganil.

O terceiro Painel chamou a si Teresa Mendes, Presidente do IPN; Mário Pedro Jordão, Presidente do CTCV e Carlos Faro, Diretor do Biocant, com intervenções em torno da temática “Tecnologias, Inovação e Empreendedorismo”. Moderação de José Basílio Simões, CEO da ISA – Intelligent Sensing Anywhere.

O quarto Painel contou com as reflexões de Miguel Cruz, Presidente do IAPMEI; Luís Costa, Vogal do Conselho de Administração do Montepio Investimento e António Batista, Presidente da ANDC sobre a temática “Criação de Empresas e Financiamento”. Moderação de José Manuel da Silva Couto, Presidente do CEC – Conselho Empresarial do Centro.

Destes painéis ressaltou a evidência de que estamos a iniciar um Quadro Comunitário de Apoio com diferenças substanciais em relação ao anterior. A Estratégia Portugal 2020 será marcada pela focagem na consecução de resultados. O sucesso exigirá uma grande capacidade de execução dos objetivos por parte dos beneficiários. Outra diferença importante é o apoio predominante às despesas imateriais como consultadorias certificadas, organização de processos de internacionalização, competitividade, intercâmbio, estruturação de redes colaborativas e de apoio ao empreendedorismo, entre outras. Ficou ainda registada a valorização da criatividade como base para pensar e fazer coisas novas, associando e utilizando os recursos disponíveis de formas diversas.

Caminhando em direcção à criação de uma cultura de resultados, sobressai a necessidade de monitorização daquilo que se vai fazendo, de modo a ter uma noção rigorosa da onda de impacto positivo produzido.

O Painel “Expositor: Vez e Voz” deu oportunidade às empresas expositoras de apresentar os seus negócios. Entre as organizações encontravam-se algumas apoiadas pela Rede Regional de Apoio ao Empreendedorismo, empresas de mentores que participaram em ações desenvolvidas no contexto do projeto “Operação Imaterial de Promoção do Empreendedorismo” e também empresas franchisadoras. Foi um momento muito apreciado pela diversidade, qualidade e entusiasmo dos testemunhos. Moderação de Francisco Banha, CEO da GesEntrepreneur.

O Painel “De pequenino se aprende a empreender e inovar”, recebeu a autora da obra “Com três novelos”, Henriqueta Cristina; Adelino Matos, Diretor do Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz e Ana Mineiro, consultora da GesEntrepreneur. Moderação da empresária, Ermelinda Perdigão, da Master Conhecimento.

Neste painel, o público mais jovem e menos jovem, foi surpreendido pela ideia de que “com muito pouco – com 3 novelos, conhecimento e ação – é possível mudar a vida…”. Através da apresentação do projeto “Aquacultura… uma solução quando o mar já não chega”, os assistentes contactaram com uma experiência da Ciência e da Tecnologia na escola, em resposta aos grandes desafios da sociedade. Finalmente, com muita ajuda do GASPAR, um gigantone muito divertido, foi apresentado um modelo de programa educativo de “Empreendedorismo no primeiro ciclo”. Todos ficaram a saber que empreender e inovar são competências que se podem aprender e desenvolver desde muito cedo.

Em jeito de conclusão, ficamos com um comentário de Rosa Simões, Presidente da Agência para o Desenvolvimento e Coesão:

A Estratégia Portugal 2020, bem compreendida e utilizada, oferece fortes possibilidades de grandes realizações.

Esta iniciativa enquadra-se no projeto de Promoção do Empreendedorismo da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, co-financiado pelo QREN – Programa Operacional Regional do Centro, Mais Centro.