Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial

aperto-mc3a3oNa sequência da aprovação da Estratégia Integrada de Desenvolvimento Territorial apresentada pela Cim Região de Coimbra, estão em curso diversos trabalhos de concepção de Planos Sectoriais, que habilitem a Cim a estruturar um conjunto de investimentos – ITI / Investimentos Territoriais Integrados e candidatá-los sob a forma de contratualização de um Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial da Região de Coimbra a formalizar junto da Autoridade de Gestão do Programa Operacional Centro 2020.

Este novo quadro de financiamento ao investimento por Fundos Europeus vai contratualizar resultados, medidos por indicadores pré-definidos, ao contrário dos anteriores Quadros Comunitários que se focavam na execução física e financeira dos investimentos além de quase excluírem os investimentos em infra-estruturas públicas, o que exige novos métodos de trabalho em rede mas também uma clara reorientação de prioridades das políticas municipais.

Assim, a Cim Região de Coimbra está a ultimar os seus planos de ação setoriais nas áreas da modernização administrativa, da eficiência energética, de adaptação às alterações climáticas, da valorização do património cultural, natural e promoção turística, do apoio à criação de autoemprego e à criação de empresas, à inclusão activa, da requalificação de equipamentos sociais e de saúde, de prevenção do abandono escolar e da requalificação de equipamentos escolares.

Desde há alguns meses que decorre a recolha de contributos de autarcas, técnicos municipais, parceiros da administração central desconcentrada e de outros actores do sistema científico, tecnológico, de ensino, e de investigação e também do meio empresarial, de modo a reforçar a coerência técnica da nossa candidatura.