Programa de Ação para a Valorização do Património e Promoção Turística da Região de Coimbra

imageA Estratégia Integrada de Desenvolvimento Territorial da Região de Coimbra assume como um dos seus Eixos Prioritários, a Valorização e Gestão dos Recursos Endógenos, e, dentro desta, destaca como uma das Iniciativas Estruturantes a afirmação da Região de Coimbra como Destino Turístico.

Por outro lado, e tendo em conta a preparação da candidatura a um Pacto de Desenvolvimento e Coesão Territorial a apresentar ao PO Centro 2020, a Cim Região de Coimbra adjudicou à consultora Opium um trabalho de diagnóstico como trabalho preparatório para a elaboração de um Programa Intermunicipal de Valorização do Património e Promoção Turística.

Atendendo a este contexto, o Conselho Intermunicipal refletiu sobre o modelo de conceção desse Programa, debatendo algumas propostas apresentadas pela Opium, a quem a CIM recorreu como consultora nesta área.

Acordou-se na conceção e de projetos supramunicipais, pensados em função da procura, valorizando turisticamente o património paisagístico, humano e cultural da Região de Coimbra, de modo a induzir dinâmicas locais de revitalização socioeconómica.

Demonstrar a diversidade e sustentabilidade da oferta turística da Região de Coimbra, fomentando novas ofertas e experiências e ativando canais de promoção e de comunicação regulares, envolvendo no processo os agentes e as populações locais, é outro dos objetivos que o Programa de Ação para a Valorização Patrimonial e Promoção Turística da Região de Coimbra deverá abordar.

Respeitando o enquadramento estratégico proposto pela Turismo Centro de Portugal, foi acordado que o estudo seja desenvolvido no quadro de um modelo de intervenção constituído por cinco programas temáticos: Património Imóvel e Museus, Património Natural, Património Imaterial, Gastronomia e Produtos Endógenos, Eventos e Programação Cultural) e quatro eixos transversais – Monitorização, Comunicação, Empreendedorismo e Educação/ Mediação).