CIM Região de Coimbra e GAL estudam articulação em várias áreas

Representantes dos Grupos de Ação Local – Adiber, Adices, AdElo,Dueceira e Terras de Sicó – reuniram, na sede da Comunidade Intermunicipal, em Coimbra, com a Direção da Cim Região de Coimbra, liderada por João Ataíde e com o 1º Secretário Executivo.

No encontro, foi demonstrado o elevado grau de autonomia dos Gal, que têm linha direta com a Tutela e com os programas regionais e temáticos. Esta realidade, conjugada com a estabilidade das políticas, favorece os Grupos de Ação Local no capítulo do planeamento, quando comparados com a maioria das organizações territoriais, nomeadamente as Comunidades Intermunicipais.

A continuidade das políticas públicas de Adiber, Adices, AdElo, Dueceira e Terras de Sicó, que já estão a ultimar com o Ministério da Agricultura acordos tendo em vista a estabilização dos seus Planos de Acção, permitiu uma análise detalhada das áreas de actuação dos Gal, destacando a Direção da Cim Região de Coimbra a existência de áreas comuns de intervenção – promoção da Agricultura e da Floresta, Empreendedorismo e Ação Social, entre outras – em que será desejável alguma articulação.

A Direção da Cim Região de Coimbra reconhece o mérito do trabalho desenvolvido pelos Gal e está disponível para um processo de cooperação, que terá em conta as especificidades e autonomia das entidades envolvidas, promovendo a troca de experiências nos projetos dinamizados.

A “articulação plena em várias áreas”, complementando a Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra o trabalho desenvolvido por Adiber, Adices, AdElo, Dueceira e Terras de Sicó, poderá ser realidade a curto prazo, tendo a promoção externa como exemplo. Nesta área, como é referido no plano de acção dos Gal, a presença em certames internacionais, sobretudo nos Palop – Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, assume lugar de destaque e deverá integrar a plataforma de entendimento a estabelecer, contribuindo para uma linguagem única de afirmação regional, bem como para “maior expressão e densidade na presença internacional”.

Na captação de investimento externo, a ação desenvolvida pelos Gal, considera a Direção da Cim, presidida por João Ataíde, é compatível com as políticas públicas que integram a agenda da Cim Região de Coimbra, existindo, ainda muito interesse na convergência de acções na promoção territorial e nos projetos a desenvolver no setor do turismo.

Na reunião foi ainda salientada a importância da participação dos Gal no Conselho Estratégico da Cim Região de Coimbra, pelo que esta possibilidade deverá ser abordada numa das próximas reuniões do Conselho Geral da Comunidade Intermunicipal.